sábado, 21 de abril de 2007

CENAS DA SAUDOSA TV ITACOLOMI



A TV ITACOLOMI (em Belo Horizonte, Minas Gerais) Quando menino, no início das tardes, corria para a frente da TV para acompanhar o início da programação. À noite havia o REPORTE ESSO (o apresentador na foto -site de CARLOS FABIANO). O TELETEATRO LOURDES (cenas nas fotos) com a novela A GARRAFA DO DIABO. O programa da Tia Dulce... E a ESCOLINHA DO BOLÃO E DONA "IPETECA", quem viveu esses instantes lá pelos idos de 1950?!

34 comentários:

Anônimo disse...

Sei que a ITACOLOMY é parte da infancia de muitos de nós. Pena que sejam tão poucos os que "confessam" isso.
As minhas saudades são imensas...

Carlos FABIANO Braga
(um dos fundadores da Itacolomy)

Anônimo disse...

Oi blz? meu nome é Robson eu cantei no programa Roda Gigante que ia ao ar todas as manhas de domingo, junto com Desirê,Ricardo Luiz, Sandrinha . . . quem apresentava era Álvaro Alvim e Dalva Passos. Isaias Lansk quem produzia, tempo bom .Tb tenho Saudades. Abraço.
meu email : refsjt@hotmail.com

Anônimo disse...

Alegro-me em ver essas referências a uma fase muito agradável da minha juventude.
Estive na Itacolomi durante bastente tempo, onde participei como apresentador da orquestra infanto-juvenil do maestro Elias Salomé (Clube dos Cariúnas e posteriormente Clube do Pererê), e também do teatro infantil do J. B. Bacalhau.
Um abraço a todos.
Sergio Teixeira
sergmotex@click21.com.br

Anônimo disse...

Não sou da época da Itacolomi mas vi algumas vinhetas da emissora e vi que ela era uma boa emissora

Antonio Elizeu disse...

Tenho a honra de pesquisasr sobre a TV Itacolomi, para meu trabalho de Iniciação Científica, PROBIC, da PUC Minas. É muito prazeroso rever o passado televisivo em Minas Gerais. Se você tiver algum fato, diga-me. Esse trabalho, além acadêmico, deverá resultar num livro, já prometida a edição e publicação. Aguardo sua colaboração. Elizeu
Por favor, tendo algo, escreva para antonio.oliveira@sga.pucminas.br
Obrigado e abraços.

Anônimo disse...

OI TEM NOTICIAS DA DESIRE E DALVA PASSOS , CANTEI NO PROGRAMA DE CALOUROS QUE SAUDADE

Anônimo disse...

Sou Historiador,e recentemente descobri que meu saudoso tio avô:Luis Gonzaga Ribeiro de Oliveira(advogado),fundou a "Escola Mineira de Arte Dramática",como também escreveu a peça de teatro:"O Milagre da Estrela".que foi encenada na TV Itacolomi.Pergunto, se alguém sabe me dizer em que ano essa peça foi encenada na TV,qual foi o artista,e, se alguém conhece pessoalmente a ex-cantora de Rádio Vilma Leal Arnout.Queria saber se ela apareceu na TV Itacolomi nos anos 50 ou 6O.Pretenco criar uma página dedicada a ela.mlmlmarcoslima@gmail.com

Apoteose disse...

Olá
Meu nome é Mirian Farah
A tv Itacolomy fez parte da minha juventude quando trabalhei como garota propaganda e apresentei o programa "O sucesso em LP" entre outros programas no qual tive pequenas participação.Gostaria de poder rever alguns dos meus amigos e colegas daquela época.Foi uma fase muito agradável.Tenho saudades;Abraços

Marcus Vinícius disse...

Oi,
Me chamo Marcus Vinícius e junto com minha irmã: Valéria Luiza participamos como assistentes de palco do antigo programa: Roda Gigante que ia ao ar aos domingos na parte da manhã.
Tenho muitas saudades daquele tempo e das pessoas envolvidas.
Se tiverem alguma foto por favor entrem em contato comigo.
marcusvinicius104fm@gmail.com
Hoje resido em Natal/RN e gostaria de manter contato com alguém da época.

Marcus Vinícius disse...

Oi,
Me chamo Marcus Vinícius e junto com minha irmã: Valéria Luiza participamos como assistentes de palco do antigo programa: Roda Gigante que ia ao ar aos domingos na parte da manhã.
Tenho muitas saudades daquele tempo e das pessoas envolvidas.
Se tiverem alguma foto por favor entrem em contato comigo.
marcusvinicius104fm@gmail.com
Hoje resido em Natal/RN e gostaria de manter contato com alguém da época.

Marcus Vinícius disse...

Oi,
Me chamo Marcus Vinícius e junto com minha irmã: Valéria Luiza participamos como assistentes de palco do antigo programa: Roda Gigante que ia ao ar aos domingos na parte da manhã.
Tenho muitas saudades daquele tempo e das pessoas envolvidas.
Se tiverem alguma foto por favor entrem em contato comigo.
marcusvinicius104fm@gmail.com
Hoje resido em Natal/RN e gostaria de manter contato com alguém da época.

eliane regina magalhaes disse...

Meu nome è Eliane Regina Magalhaes, duas vezes participei do programa Roda Gigante, uma vez cantei e fui para o trono, ganhei um par de sapatos da Sapataria Selma penso que foi 1968, depois participei do concurso "A gordinha mais simpatica". Alguem se lembra? Ou tem alguma foto desta epoca? Os anos foram entre 1967, 68, 69 70 ou 71. email. eliane.regina@virgilio.it. Obrigada.

eliane regina magalhaes disse...

Meu nome è Eliane Regina Magalhaes, duas vezes participei do programa Roda Gigante, uma vez cantei e fui para o trono, ganhei um par de sapatos da Sapataria Selma penso que foi 1968, depois participei do concurso "A gordinha mais simpatica". Alguem se lembra? Ou tem alguma foto desta epoca? Os anos foram entre 1967, 68, 69 70 ou 71. email. eliane.regina@virgilio.it. Obrigada.

Anônimo disse...

Me chamo José Carlos Vieira Trópia, quando criança cantei num programa infantil Roda Gigante produzido por Isaias Lanski e apresentado por Álvaro Alvim e Dalva Passos. Este programa era realizado no auditório do Palácio do Rádio e transmitido ao vivo pela Tv Itacolomi. Tenho saudades!Hoje sou padre na Arquidiocese de Belo Horizonte.

Anônimo disse...

Meu nome é Silvia. Saudades da TV Itacolomi - quem não viu perdeu. Era muito bom. Tambem fui ao programa da Tia Dulce (que era mesmo uma pessoa muito "dulce")linda.
Saudades do prof. Elias Salomé, com quem estudei acordeon.
Grande Teatro Lourdes - inesquecível.
e tantas outras atrações. Bons tempos da tv em preto e branco. Obrigada por matarem um pouco a saudade.

GRUPO TIRO E QUEDA disse...

Sesinho, sou filho de JB Bacalhau, gostaria de saber se vc tem por acaso fotos dele na TV, porque tenho particualres com famlia e etc...mas ele trabalhando não!!Se vc tiver, gostaria que me mandasse, meu e-mail é alexandrebacalhau@hotmail, te agrdeço desde ja!!!!

SEPHORA disse...

Vinheta: "TV Itacolomy, sempre na liderancaaaa... Canal 4 Belorizonte... Minas Geraissss!!!"

SEPHORA disse...

Saudade demais da TV ITACOLOMY e daquela época do programa que eu fazia pela manha e que se chamava UPM "Universidade Popular da Manha" de 1972 a 1974 toda Quinta Feira as 8:30 da manha. Eu apresentava o programa ao vivo. O estudio era na Av Afonso Pena no Edificio Acaiaca ou Guanabara não me recordo. Depois nos mudamos para os estudios da Av Assis Chateaubriant, Carlos Braga!!

Márcio disse...

Sou mais um que assistia a TV Itacolomi nos anos 1960 e 1970. Lembrei-me hoje daqueles tempos por causa da morte do cantor Jair Rodrigues. É que eu participei do programa "Roda Gigante" (calculo que tenha sido em 1966) e cantei a música Disparada, então um grande sucesso na voz dele. Eu devia ter uns 12 anos e achei que precisava gritar para que a voz aparecesse bem no microfone. Fui rapidamente gongado e encerrei a minha nada promissoara carreira artística.

Serjo disse...

Oi Gente,
Eu também fiz parte do programa roda-gigante quando tinha 12 anos. Fui cantor permanente do programa inicialmente fazendo dupla com minha amiguinha Neise e logo depois em carreira solo. tempos bons! Gostaria de saber se há fotos ou videos do programa. Meu e.mail: serjoart@hotmail.com

Anônimo disse...

Meu nome e Sirley e eu cantei no programa do Alvaro Alvin, Sua Majestade a Crianca, quase cheguei na final. Daria tudo para ver fotos ou videos desse programa. Moro na Florida, US. Se alguem tiver alguma coisa por favor entre em contato comigo. Sissyrebe@yahoo. com.br.

Anônimo disse...

Eu participei no programa Bombeiros em Focos do Ubaldino Guimaraes mais ou menos em 1976 ou 1977. Sou de Coronel Fabriciano MG e participava de uma banda Mirim da didade. e fomos nos apresentar la, deveria ter uns 12 ou 13 anos de idade. So que nunva me vi no programa. Eu tocava o Bumbo.
Se alguem souber como conseguir este arquivo eu ficaria muito feliz, pois poderia mostrar para meus filhos e quem sabe netos....
Evanio Silveira.
evaniosilveira@adtech-sys.com
evaniosilveira@yahoo.com

Watson disse...

Olá meu nome é Watson e cantei no programa Roda Gigante por muitos domingos. Muitas crianças, programas externos, muito trabalho e muita diversão. Como eu gostaria de ter esses vídeos. Não segui a carreira artística e hoje sou professor universitário. Meu e-mail: watson.azevedo@Yahoo.com.br

Miguel Angelo Pinguelli disse...

Participei de uma promoção no Roda Gigante, quando a Zelinha apresentava o programa, isso, entre 1966 e 1967. Lembro que fui ao ar, e não queria ir receber o prêmio(um pacotão de balas da marca Morro Velho). A zelinha me pegou pela mão, e ai me convenceu a ir. Pena que não temos na internet vídeos do programa Roda Gigante,

Anônimo disse...

Ola, meu nome e' Vania Martins, tive o prazer de viver uma infância adorável, principalmente nos domingos dos anos 60, quando passava minhas manhas na TV ITACOLOMI, participando do PROGRAMA RODA GIGANTE. Ganhei prêmios em participações e gincanas. Meun irmão ganhou uma bicicleta. Me lembro de cada detalhe e ate mesmo me recordo de alguns rostos das crianças que cantavam, que saudades.

Mas hoje não sei porque bateu saudades da DALVA PASSOS, ela morava na Av. Pedro II quase próximo do viaduto no centro de BH, me lembrava do nome das filhas dela Marcia e Claudia que estudava no Colégio Anchieta, minhas amigas eram da sala dela Nanci, Libia, Sonali, francis, Niobe...

Para minha grande tristeza através do Face das filhas descobri que DALVA PASSOS nos deixou em MARÇO desse Ano. MEU CORACAO ENTRISTECEU.

filomena passos disse...

Meu nome e JOSE,participei de um programa,em 1968,na TV ITACOLOMI,que dava premios,gostaria de saber o nome do programa.S alquem souber me digam.

Rachel Rodrigues disse...

Rachel Rodrigues - Hoje lembro-me com saudade dos programas da TV Itacolomi bh, em especial do programa Roda Gigante. De vez em quando ia assistir e assim que entrávamos recebíamos um refrigerante e um cachorro quente. Muito bom, a TV Itacolomi marcou a minha vida com momentos maravilhosos.




Rachel Rodrigues disse...

Rachel Rodrigues - Hoje lembro-me com saudade dos programas da TV Itacolomi bh, em especial do programa Roda Gigante. De vez em quando ia assistir e assim que entrávamos recebíamos um refrigerante e um cachorro quente. Muito bom, a TV Itacolomi marcou a minha vida com momentos maravilhosos.




Saozinha Lima disse...

Na minha infância, tive a alegria de assistir a esse programa maravilhoso,junto aos meus irmãos e meus pais.Alguém sabe o nome da música de encerramento desse programa? Era apenas instrumentalizada.Há 12 anos perdi totalmente a audição, mas essa música vem em minha lembrança de tempos em tempos. Ela me traz calma nos momentos de dificuldades e de dor. Sou uma pessoa feliz, mas as dificuldades pesam de vez em quando.
Gostaria muito de sentir a vibração dessa música em minhas mãos.Sonho em poder " ouvi-la" novamente.

Anônimo disse...

Para avaliar a qualidade da Itacolomi é necessário fazer uma comparação com a atual televisão. É espantoso saber que ela, Itacolomi, era muito mais inventiva, criativa e improvisada. Isso sem contar com o recurso do vídeo-tape, sofisticação demais pra época. Uma pobreza de recursos imensa, mas as pessoas sabiam lidar com os problemas. Devia ser um desafio imenso o dia a dia dessa emissora, contudo parecia tudo muito divertido. Programas feitos ao vivo, sem tempo e espaço para repetição. Vários de seus programas seriam classificados hoje como educativos. E quando volto ao passado nas recordações, vejo uma televisão simplificada, profunda e muitíssimo mais agradável de assistir. Voltar tudo isso? É simplesmente impossível, não tem jeito. A Itacolomi cresceu com a cidade, uma Belo Horizonte tal como ela, simples e verdadeira.

Solane Clementoni disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Solane Clementoni disse...

Lembro-me bem da TV Itacolomi. Saudades de programas saudáveis...
Em um carnaval, sai da casa da namorada cedo e desanimado por não participar dos bailes, fui para casa...
naquele tempo as moças não podiam sair sozinhas com os namorados, então surge meu cunhado com um convite para mim... eu teria que acompanhar minha irmã e ele ao baile no Clube Sírio Libanês, até providenciaram uma parceira para mim...
Foi trágico... meu saudoso primo Romeu Godoy estava lá, ele era câmera-man e a TV Itacolomi estava transmitindo o Baile ao vivo e para agradar ele estava sempre focalizando a gente no baile, e minha namorada em casa assistia a tudo...

Zézinho Barroca disse...

Passei a minh infância e início de adolescência assistindo a TV Itacolomi. Lembranças: Banda do prof. Elias Salomé que tocava todas as manhãs de domingos em um conjunto do Edifício Vila Rica, com uma caminhão de externas na porta; lembro-me da primeira vez que um ilustre desconhecido chamado Roberto Carlos veio a Belo Horizonte, e não me engano um sábado à tarde, e tocou no auditório da Rádio Guaraní, no segundo andar da Rua São Paulo, entre Carijós e Av. Afonso Pena. O que me marcou foi que ele tomou um baita choque com a ligação da guitarra. E isso em pleno ar; teleteatro Don Camillo e Peppone ; havia também o grande teatro Windsor com um grande cast de atores; lembro-me do Jorge Loredo interpretando o Zé Bonitinho e o Zacarias (depois com os Trapalhões) com seu bordão "Ô Cachicó bão".; lembro-me da garota propaganda Zélinha, que morreu em um acidente com um ônibus da Viação Cometa, que viajava para o rio e que caiu no Viaduto das Almas. Ela fez uma propaganda de biquíni que deixou muito garoto cheio de amor. Outra garota propaganda foi a Miriam Fahrat, a mais classuda; havia a Dulce Maria que fazia propaganda do Lavourinha, uma agência infantil do Banco da Lavoura na Rua Tamóios com Afonso Pena. Tinha um cofre de metal que era uma cópia da matriz do Banco na Praça Sete; os grandes sucessos musicais pop e rock (Speedy Gonzales, Oh Carol!, "Rock around the clock", etc.), eram interpretados por "dubladores' sendo o mais famoso o Sérgio Luiz, com seu exuberante topete, em blusão de couro negro e calça jeans Jangadeiro ou Farwest; lembro-me de uma 'garota propaganda' que foi fazer um comercial de pasta de dente (Kolynos?) e a pasta não saia com ela apertando, apertando, para de falar e aperta e ....pufschxt, saiu aquela massa branca toda para fora. Deixaram ao tubo aberto e o dentifrício ressecou. E isso em pleno ar. Depois os Diários Associados colocaram repetidoras do Rio até Belo Horizonte, transmitindo em micro ondas em repetidoras boladas e montadas pelo saudoso Olavo Machado, pai do Olavo Machado Jr. presidente de FIEMG. Um outro personagem cômico que me lembro foi o Chico Fulô, que tinha o nariz arrebitado e contava "causos". Era interpretado pelo antigo vereador Waldomiro Lobo, que tinha um sanatório para mulheres na Av Amazonas na Cabana do Pai Tomás. Uma vez ele lutou "luta livre" com a renda para seu sanatório. Coitado, Ganhou mas saiu sangrando. A luta foi no antigo ginásio do Paissandú, embaixo da Feira de Amostras, onde hoje é a rodoviária de BH. Essa luta foi devidamente transmitida pela TV Itacolomí. Essas são minha lembranças de imediato.

Zézinho Barroca disse...

Lembrei-me do comentarista Ubaldino Guimarães, da garota propaganda Ana Lúcia Kadar (?) , do comentarista de futebol (também da Rádio Inconfidência) Jairo Anatólio Lima, do Repórter Esso às 20:00 horas em ponto, das propagandas dos cobertores Parayba, do aditivo para autos Bardahl, do Restaurante Caçarola de Ouro, o mais chic restaurante de sua época, situado na Avenida Antônio Carlos, quase em frente no que viria a ser o Hospital São Francisco. Propaganda das Estâncias Califórnia, um grande supermercado que ficava embaixo dos Edifícios Sulacap. Lá era um dos raros lugares que vendia frango assado aos domingos, pois galinha era vendida viva. Carne do dia a dia era carne de porco e boi. Também era lá que havia as famosas uvas passa Sun Maid da Califórnia, Latas de Ovomaltine e latas de geléia em cubos da Confeitaria Colombo do Rio de Janeiro.Outra empresa que fazia propaganda era A Componesa, um restaurante/lanchonete que ficava em um porão de um prédio na rua Goytacazes. Foi a primeira lançar o melhor pão de queijo de Belo Horizonte. Havia também propaganda de uma loja de balas e chocolates chamada Balas Suissa que ficava na Rua da Bahia, entre a Av. Afonso Pena e rua Goitacazes. As suas donas eram estrangeiras. Uma confeitaria que fazia propaganda sempre nos finais de semana era o Bico de Lacre, com suas tortas e doces incríveis. Ficava no Santo Agostinho, perto da Avenida Amazonas. Bom, por hoje essas minhas lembranças.